Moot STF (MBDC)
Trata-se o Moot STF (Moot Brasileiro de Direito Constitucional) de uma competição de julgamentos simulados, através da qual estudantes, em equipes, atuam como procuradores e defendem, através de memoriais escritos e debate oral, os interesses da parte que representam decorrente de um caso fictício proposto pela Comissão Organizadora do evento.
O evento tem caráter estritamente educacional e é organizado pela associação sem fins lucrativos Instituto Brasileiro de Moot Court, sem qualquer vinculação com o Supremo Tribunal Federal ou qualquer outro ente público.
A Comissão realizadora e organizadora do evento é composta por Everton Caldas Silveira, José Manuel Fonseca Martinez, Leandro Aragão Werneck, Mariana Carla Giavarina Choratto, Paloma Galvão e Ruy Nestor Bastos Mello Filho, responsáveis por (a) planejar e executar do evento; (b) sanar dúvidas ou omissões decorrentes desse edital, podendo, inclusive, valer-se de adendos, desde que devidamente notificados aos capitães das equipes; (c) deferir inscrições das equipes; (d) controlar a classificação e eliminação das equipes; (e) aplicar penalidades; (f) resolver recursos interpostos pelas equipes; e os demais atos necessários à realização satisfatória do evento.
O Moot STF segue as regras gerais do Moot Brasileiro (clique aqui), bem como regras específicas abaixo.

Regras específicas

  1. 1.
    Os memoriais de julgamento deverão ter no máximo 12 páginas cada, excluindo-se desse limite capa, sumário, referências, lista de abreviaturas e eventuais anexos;
Last modified 2mo ago
Export as PDF
Copy link